Desafio de ser Mãe
12 de Maio de 2017
O pai faz uma diferença ímpar na vida da criança
21 de agosto de 2017
Mostrar Todos

Um roteiro de férias!

Micos prazerosos. ‘Brinque! Não tenha medo nem vergonha, deixe sua criança interior também se divertir um pouco’, cravou Valéria Ribeiro, coach familiar

Da Redação@jornalovale

Julho é sinônimo de diversão! Com as férias escolares, é comum que pais e filhos diminuam um pouco o ritmo cotidiano, se permitam dormir um pouquinho mais e até comer aquela “besteirinha” no lanche da tarde. No entanto, não ter compromissos durante o dia pode fazer com que a criançada passe o tempo livre… Na frente do computador, tablet, celular e videogame. Ônus de uma vida hiper conectada.

Mas Valéria Ribeiro, coach familiar e especialista em desenvolvimento familiar garante: não precisa ser assim.

“Esse tempo de férias configura um bom momento para que os pais tenha tempo e dedicação para fazer e proporcionar experiências diferentes para os filhos. Dá um pouco de trabalho, mas é sempre prazeroso no final, pois serão essas experiências que irão marcar a vida do filho, assim como marcou a dos pais”, afirmou em nota.

Claro, na época dos papais e mamães, a fase era outra. E passar a tarde com os amigos brincando nas ruas era algo comum. E é pensando em encher o dia-a-dia da família de atividades divertidas é que a especialista nos deu uma série de dicas.

Segundo ela, para as crianças vale: tarde de pintura com os amigos (“coloque folhas sulfites no chão coladas com fita adesiva e dê tinta, canetinha, lápis de cor, giz de cera e deixem eles pintarem o papel e a si próprios”); passeio de bicicleta (“vá explorar algum lugar novo. Se imaginem cientistas e exploradores”).

Quem tem gramado em casa, vale abrir um plástico grande, encontrar um morro com grama e deixar os pequenos escorregarem a vontade (“se possível, coloque água com sabão!”). Convide ainda as mães dos amigos dos seus filhos para um piquenique no parque (aqui vale levar bola, jogo de tabuleiro, brincar de pega-pega…).

JUVENTUDE.

Já para quem tem filhos adolescentes, o desafio é maior, mas não menos interessante.

Que tal uma tarde de cinema em casa? Com direito a pipoca e outras guloseimas, essa é uma ótima oportunidade para conhecer os amigos de seus filhos. “Mas, não vá ficar bisbilhotando toda hora!”, lembra Valéria. O mesmo vale para um campeonato de game.

Pais e filhos podem ainda encararem a cozinha juntos. “Você pode ensinar como faz o prato favorito dele. Seja ‘light’ neste momento, aproveite para conversar um pouco, descontraia, brinque. Esses momentos servem para você saber um pouco mais de seu filho, como anda a vida dele”, diz a especialista.

Por Valéria Ribeiro para o Jornal O Vale

Valéria Santos Ribeiro
Valéria Santos Ribeiro

Coaching familiar, com especialização em psicologia, cursando Terapia Familiar Sistêmica. Doutora em Política Científica e Tecnológica, Mestre em Administração, Practitioner em PNL e possui formação com o renomado escritor e conferencista internacional Anthony Robbins. Participou em diversos cursos de desenvolvimento pessoal e fez especialização em Gestão de RH. Trabalhou por 20 anos na área de treinamento e desenvolvimento. Casada há 17 anos, é mãe de um casal de filhos, um menino de 16 anos e uma menina de 13 anos.

Comentários

Obrigado pelo comentário.