Férias escolares! Ufa! Mas, o que vou fazer com as crianças ou adolescentes?

Aprendendo a linguagem da girafa
11 de dezembro de 2015
POKÉMON GO
15 de agosto de 2016
Mostrar Todos

Férias escolares! Ufa! Mas, o que vou fazer com as crianças ou adolescentes?

Férias é sempre um momento muito desejado pelos pais e filhos. Afinal, irá diminuir um pouco a correria do dia-a-dia, tendo a possibilidade de restaurar as energias para um próximo período escolar.

As férias de julho são menores que as férias de verão, entretanto são muito bem-vindas, considerando que tanto os pais quanto os filhos já estão esgotados e precisam recarregar as baterias.

Com o aproximar das tão sonhadas férias aparece uma questão que nem sempre os pais estão de férias na mesma ocasião que os filhos e aí começam as perguntas: o que vou fazer com essa criança ou adolescentes dentro de casa? Como entretê-los?

Os pais bem sabem que se as crianças ou adolescentes não tiverem nada para fazer, passarão o dia todo na internet, o que já sabemos que não é bom. É preciso criar outras atividades para diversificar o que eles fazem durante o dia para não se tornar entediante.

Uma das primeiras perguntas que os pais fazem para as férias de julho é se os filhos precisarão estudar neste período. A resposta é sim, por quê? A criança ou adolescente não precisará estudar todo  período de férias, mas precisará, considerando que hoje o ano letivo é divido em 3 trimestres e, no retorno das férias em agosto, se dará o início das provas do segundo trimestre. Vamos pensar assim, duas semanas para não fazer nada relativo a estudo da escola e duas semanas para começar a esquentar os motores para a volta. Nessas duas semanas não é para fazer o filho estudar 8 horas por dia, vamos pensar assim de 30 minutos a 1 hora por dia. O que é isso dentro de um dia de 24 horas? Muito pouco. A orientação é que a criança e o adolescente estudem aquela matéria que ele tenha mais dificuldade ou que o conteúdo seja maior, mas, é claro, sem deixar de estudar as matérias que também acredita ser mais fácil. Crianças e adolescentes que fazem isso nas férias tem notas maiores nas provas trimestrais na volta das férias, pois é comum a nota cair no segundo trimestre, em decorrência, desse intervalo sem aula que quebra a rotina e a sequência de estudo.

Deixando os estudos de lado vamos para a diversão. O que fazer com as crianças e adolescentes durante o período de férias? Durante o período de “vacas magras” devemos ter criatividade ao pensar nessas atividades, afinal nem todos conseguirão fazer uma viagem, que vamos e convenhamos, seria o ideal. Mas, tudo bem! Não é possível. Então, o que fazer para que eles não fiquem no computador ou no vídeo game o tempo todo.

Vou listar aqui algumas atividades que podem ser realizadas tanto com crianças ou adolescentes:

  1. Que tal ensinar seu filho(a) a cozinhar? Pense o prato que ele mais gosta de comer, ensine-o a fazer. Convide ele para estar na cozinha com você, aproveite o momento para conversarem sobre diversos assuntos, mas sem ficar julgando ou dizendo que ele está errado, trate esse momento com um tempo para fazer uma escuta ativa do que seu filho diz. Nesses momentos eles se soltam e são capazes de te contar muitas coisas interessantes sobre eles e os amigos. Ao final elogie ele pela atitude, mesmo que não tenha sido como você imaginou.
  2. Para aqueles que tem filhos que gostam de astronomia, baixem um aplicativo no celular e procurem se deitar no chão no quintal da casa e façam uma observação noturna do céu. Encontrem as constelações. Isso pode ser muito divertido e instrutivo também. Há várias aplicativos que você pode baixar gratuitamente no seu celular. Ex. Google Sky Map, Skyeye, Star Tracker, entre outros, basta procurar na play store do celular que você vai encontrar.
  3. Marquem de irem a um parque da sua cidade, convide os amigos para se encontrarem lá. Façam um piquenique. Leve bola para jogarem, cartas de Yu-Gi-Oh, Magic ou mesmo um simples baralho. Se você sabe jogar baralho ensine seu filho algum jogo, tais como canastra, 21, truco, ou qualquer outro que você conheça. É um bom meio de estar ao lado do seu filho e terem diversão juntos.
  4. Jogo de tabuleiro é outra forma de se aproximar do seu filho. Se ele sabe jogar algum jogo de tabuleiro que você não sabe, peça que ele te ensine. Seu filho ficará muito orgulhoso de si próprio por poder ensinar algo para seus pais, afinal vocês são os heróis dele.
  5. Que tal ir andar de bicicleta, patins, skate com seus filhos. Já sei o que você vai dizer: “estou enferrujado para isso”. Nada disso, coloque uma roupa mais confortável e vá curtir a vida ao lado do seu filho. O tempo que temos com eles é curto e passa muito rápido e logo eles irão embora. O momento é agora para fazer isso.
  6. Convide os amigos do seu filho ou filha para irem para sua casa fazer uma sessão de cinema. Faça pipoca, brigadeiro, bolinho de chuva, refrigerante, suco. Mostre sua felicidade de poder receber os amigos dele em sua casa. Isso fará com que os amigos queiram voltar e aí você pode conhece-los melhor.
  7. Que tal incentivar seu filho fazer algo diferente nas férias: criar um podcast ou blog, fazer customização de roupa ou sapato, aprender como fazer algum artesanato. Algo que aguce a criatividade do seu filho e porque não também a sua? Vocês podem aprender juntos? O que você acha da ideia?
  8. Para os adolescentes que estão no ensino médio e ainda não decidiram que curso irá fazer na faculdade, as férias de julho é um bom momento para pesquisar sobre as faculdades e os inúmeros cursos de graduação. Também pode ser um bom momento para que eles possam conversar com profissionais que tem a formação que eles estão pensando em cursar. Afinal a prática sempre se difere da teoria. Conversar um profissional da área dará a seu filho mais clareza das atividades que ele executará após a formação.
  9. Cuidar da saúde: férias é um bom momento para começar. Que tal fazer uma caminhada junto com os filhos. Aprender a respirar para aliviar a tensão do dia a dia. Ir a algum parque que ofereça atividades físicas gratuitas. Vamos lá! Deixem a preguiça e o frio de lado e vamos nos aquecer se movimentando.
  10. E para os que puderem viagem com seus filhos aproveitem. Lembre-se de incluí-los na viagem, verifique se tem algo que eles queiram ou gostem de fazer nesta viagem. As crianças e, principalmente, os adolescentes querem se sentir parte, incluídos nas atividades familiares, isso fará muita diferença na vida deles.

São essas dicas que deixo para as férias. Espero que todos aproveitem e se divirtam muito nas férias. Afinal, as férias são feitas para recobrar as energias, fazer coisas diferentes da nossa rotina e também para não fazer nada, isso mesmo não fazer nada também é parte das atividades das férias.

Boas férias para todos!

Valéria Santos Ribeiro
Valéria Santos Ribeiro

Coaching familiar, com especialização em psicologia, cursando Terapia Familiar Sistêmica. Doutora em Política Científica e Tecnológica, Mestre em Administração, Practitioner em PNL e possui formação com o renomado escritor e conferencista internacional Anthony Robbins. Participou em diversos cursos de desenvolvimento pessoal e fez especialização em Gestão de RH. Trabalhou por 20 anos na área de treinamento e desenvolvimento. Casada há 17 anos, é mãe de um casal de filhos, um menino de 16 anos e uma menina de 13 anos.

Comentários

Obrigado pelo comentário.